A TCC, que em Abril se estreou no transporte marítimo de contentores, com uma ligação entre a R.P. China e os EUA, anunciou um resultado negativo de três milhões de dólares no primeiro semestre. O volume de negócios atingiu os 21,2 milhões de dólares.

A companhia nasceu no ano passado, com o objectivo de oferecer serviços low-cost, porto-a-porto. A primeira ligação arrancou em meados de Abril, entre o porto de Taicang (a cerca de 40 km de Xangai) e Los Angeles.

Os responsáveis da companhia justificam as perdas sofridas com os custos relativos ao arranque das operações. A empresa fretou navios de 2 500/3 000 TEU e investiu 9,8 milhões de dólares em contentores. No final de Junho, estavam ainda disponíveis 8,5 milhões dos 20,9 milhões de dólares do encaixe inicial.

Ainda este mês, a TCC prevê avançar com um novo serviço através do Pacífico, desta vez para ligar Ningbo a Los Angeles.

Os promotores da companhia mantêm a intenção de entrar também no tráfego entre o Extremo Oriente e a Europa.

Os comentários estão encerrados.