Nos próximos cinco anos, o aumento do tráfego praticamente duplicará o crescimento da capacidade dos terminais de contentores, fazendo subir a taxa de utilização para próximo da saturação.

Tráfego de contentores subirá 6% ao ano até 2022

No seu Global Container Operators Annual Review and Forecast 2018, a Drewry estima que o mercado dos terminais de contentores continuará a crescer bem nos próximos cinco, com os fundamentais da economia a sobreporem-se aos receios imediatos de guerras comerciais e de tarifas.

Em linha com o crescimento económico global, o tráfego de contentores aumentará a um ritmo médio anual de 6% até 2022, prevê a consultora.

Dito por outras palavras, a cada ano os volumes de contentores movimentados aumentarão, em média, 45 milhões de TEU. O equivalente à produção anual do maior terminal de contentores do mundo, Xangai. Em cinco anos serão mais 240 milhões de TEU.

No mesmo período, a capacidade instalada aumentará a uma taxa média anual de 2%, num total de 125 milhões de TEU, prevê a Drewry, que lembra o relativamente fraco investimento em novos projectos de raiz nos últimos anos.

Em consequência do desequilíbrio entre os ritmos de crescimento da procura e da oferta, a taxa de utilização dos terminais de contentores deverá passar dos 67% verificados em 2017 para os 80% em 2022. Estar-se-á então no limite da saturação das infra-estruturas. A favorecer novos investimentos.

Onde as taxas de utilização da capacidade instalada crescerão mais será na Grande China, no Norte e Sudeste da Ásia e na Costa Oeste da América do Sul, antecipa a consultora.

A Dewry sublinha, de resto, que o crescimento – e as necessidades de investimento – não será homogéneo, variando entre as regiões, os portos e os segmentos de mercado.

> LER MAIS

 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*