O presidente da Câmara Municipal do Barreiro garantiu hoje que uma empresa privada já lhe manifestou a intenção de concorrer à construção do futuro terminal de contentores previsto para o concelho, tendo inclusivamente visitado o local.

“Uma empresa privada, que não posso revelar o nome, está interessada no novo terminal e já visitou mesmo o local, na nossa companhia, revelando que vai concorrer caso o projecto avance”, salientou o autarca, citado pela “Lusa”.

Carlos Humberto disse que o novo terminal será um passo essencial para ajudar ao desenvolvimento económico também da região e do país.

O autarca reafirmou que os estudos que estão a ser feitos para o incremento da actividade portuária apontam apenas para uma localização no Barreiro, mas disse aguardar por uma decisão do Governo.

“Existem questões que terão ainda de ser analisadas, em relação aos acessos rodoviários e ferroviários ao futuro terminal, aos impactos no desenvolvimento económico, à sua inserção urbana e questões técnicas do terminal», frisou.

Já Jacinto Pereira, presidente da Baía do Tejo, empresa do universo Parpública que tem a seu cargo a gestão dos Parques Empresariais localizados no Barreiro, Seixal e Estarreja, defendeu que o novo terminal pode motivar uma maior valorização do território.

“A localização do terminal de contentores no Barreiro seria muito importante. Iria trazer uma maior valorização do território e aumentava muito a procura, a nível nacional e internacional”, defendeu.

A construção de um “novo terminal de contentores deep sea” na margem esquerda do Tejo é um dos projectos prioritários eleitos pelo GTIEVA e incluídos no PETI, A localização inicialmente prevista – na Trafaria – foi entretanto ultrapassada pelo Barreiro, do mesmo modo que a vocação “deep sea” deixou de ser uma condição imperativa.

Comments are closed.