A construção do novo terminal de cruzeiros de Lisboa deverá iniciar-se nos próximos dias e ficar concluída no final de 2016. O investimento é de 23 milhões de euros.

Terminal de cruzeiros de Lisboa

A construtora Alves Ribeiro foi a escolhida pela Lisbon Cruise Terminal para edificar o projecto do arquitecto João Carrilho da Graça.

Com cerca de 13 mil metros quadrados de área útil, o terminal permitirá o embarque e desembarque de passageiros de vários navios em simultâneo. Terá ainda um restaurante na cobertura, uma cafetaria e um pequeno espaço comercial para serviços, como correios e farmácias, e espaços verdes.

As obras deverão prolongar-se por 14 meses e meio. O investimento, de 23 milhões de euros, é assumido pela concessionária Lisbon Cruise Terminal, consórcio liderado pela Global Ports Holding e que integra o Grupo Sousa Investimentos, a Royal Caribbean International e a Creuers Del Port de Barcelona.

De acordo com as regras do concurso que outorgou a concessão por um prazo de 35 anos, a LCT terá de pagar à Administração do Porto de Lisboa 300 mil euros por ano de taxa fixa e 0,22 euros por passageiro de taxa variável. Além, claro, dos serviços prestados (pilotagem e outros) – que em 2013 totalizaram cerca de 2,5 milhões de euros.

O tráfego actual de cruzeiros no porto da capital é de 550 mil passeiros, mas os responsáveis do Porto de Lisboa prevêem que o número possa duplicar nos próximos 10 anos.

Segundo a APL, cada passageiro de cruzeiro gasta em média 97,40 euros na região de Lisboa, durante a sua estada.

 

Os comentários estão encerrados.