A Grimaldi e a Baleària serão convidadas pela Administração do Porto de Barcelona (APB) a apresentarem novas propostas à concessão do novo terminal dedicado ao SSS.

A APB decidiu declarar deserto o concurso lançado em Março deste ano para a concessão do novo terminal dedicado ao SSS do Molhe Costa.

A Grimaldi e a Baleària foram os únicos operadores a apresentarem propostas mas o processo não chegou a bom termo.

Agora a administração do porto da cidade condal propõe-se lançar um novo concurso, com as mesmas condições do anterior, para o que irá convidar os dois candidatos já conhecidos.

Em causa está a criação de um novo terminal dedicado ao short sea shipping, ou seja, tráfegos ro-ro e ro-pax, no Molhe Costa do porto de Barcelona. A concessão prevê a construção e exploração do terminal, por um período mínimo de 15 anos e máximo de 22,5 anos.

O investimento previsto é de 20 milhões de euros, incluindo a construção de uma gare marítima, a pavimentação do terminal e a instalação de três passagens de ligação. A construção de um parque vertical para veículos está igualmente prevista, mas dependente de serem atingidos níveis mínimos de tráfego.

Os comentários estão encerrados.