Os terminais de contentores de Sines e de Leixões estão entre os que mais cresceram nos portos europeus, entre 2007 e 2014, de acordo com um ranking elaborado pela prestigiada “Port Technology International” (PTI).

TCL

Em termos percentuais, o Terminal XXI, operado pela PSA Sines, ocupa mesmo o segundo lugar, com um crescimento acumulado de 718% no período considerado. O ranking é liderado pelo porto de Gdansk (Polónia), que no mesmo tempo avançou 1151%.

Atrás de Sines surgem Tarragona (Espanha), com uma subida de 215%, o Pireu (Grécia) com 166%, e Koper (Eslovénia) com 121%.

O terminal de contentores de Leixões, operado pela concessionária homónima, surge nesta lista da PTI no 11.º posto, com um ganho de 54% entre 2007 e 2014, à frente dos terinais de Marsalokk (Malta), Valência (Espanha), Tallinm (Estónia) e S. Petersburgo (Rússia).

E se é verdade que o crescimento percentual é tanto maior quanto menor é a base de comparação ou o ponto de partida, facto é que Sines surge também muito bem classificado no ranking da PTI quando se trata de medir o crescimento absoluto, isto é, em milhares de TEU movimentados.

Neste caso, o Terminal XXI surge na sexta posição, com um ganho de 1,078 milhões de TEU, entre 2007 e 2014.

Aqui a liderança é ocupada pelo porto grego do Pireu, que no período em análise avançou 2,28 milhões de TEU. Seguem-se-lhe Roterdão com 1,5 milhões de TEU ganhos, Valência com 1,4 milhões, Algeciras e Gdansk com 1,1 milhões cada.

Atrás de Sines e do Terminal XXI surgem Marsalokk, Bremerhaven, Antuérpia, S. Petersburgo, Felixtowe, Koper, Génova, Trieste e Gdynia, este último com um ganho de 235 mil TEU.

Leixões e o TCL não surgem neste ranking dos 15+ em termos absolutos por muito pouco. Entre 2007 e 2014, o movimento de contentores no porto nortenho cresceu 233 203 TEU, de acordo com os dados oficiais da APDL.

Comments are closed.