A SpaceX, empresa liderada por Elon Musk, que também é o CEO da marca de veículos eléctricos Tesla, anuncia para 2016 os primeiros testes do Hyperloop, uma cápsula de transporte capaz de atingir velocidades de até 1 200 km/h.
Forbes 2014

Quando falou pela primeira vez neste revolucionário meio de transporte foram muitos os especialistas que disseram que seria praticamente impossível que viesse a ser realidade. A fórmula proposta passa por utilizar umas cápsulas de alumínio que viajarão através de uns tubos, sem atrito e impulsionadas por energias renováveis e por  acção magnética.

Exequível ou não, o projecto Hyperloop mantém a sua marcha. A SpaceX anunciou, no início da semana, o lançamento de um concurso em que procura incentivar a criatividade de estudantes universitários e de grupos independentes de engenheiros para que desenvolvam o design das cápsulas, em particular o seu interior.

Os projectos seleccionados serão testados numa pista com uma milha (1,6 quilómetros) de comprimento na sede da empresa, em Hawthorne (Califórnia), em Junho do próximo ano.

Claro está que qualquer fase industrial demorará vários anos a chegar, se chegar de todo. A concretizar-se, o novo modo de transporte permitiria cruzar os EUA em apenas uma hora, com custos de infra-estrutura dez vezes inferiores aos das tradicionais linhas de Alta Velocidade.

O Hyperloop poderá ser usado tanto para o transporte de passageiros como para o tráfego de mercadorias, sustentam os seus promotores.

 

 

 

 

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.