O co-fundador e CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou que o lançamento do camião Semi foi adiado para 2020.

 

A produção do Tesla Semi tinha arranque programado para este ano, mas, na reunião anual de accionistas, Musk disse que a marca enfrenta um atraso de 12 meses ao tentar garantir baterias suficientes.

“Não faz muito sentido aumentar a complexidade do produto se não tivermos baterias suficientes”, explicou o executivo na reunião. Elon Musk acrescentou que a Tesla pode precisar de entrar no negócio de mineração para garantir as matérias-primas de que necessita.

O Tesla Semi terá, de acordo com as primeiras especificações técnicas reveladas pela marca, uma autonomia de entre 300 e 500 milhas (480 a 800 km), o que obriga ao uso de baterias grandes. Os consumos serão, de acordo com a marca, inferiores a 1,25 kW/h/km. De acordo com a Tesla, este valor é 20% inferior ao dos camiões diesel equivalentes.

Grandes companhias de todo o mundo já fizeram pré-reservas do Semi, contra um depósito de 20 mil dólares. Pepsi, UPS e DHL são alguns dos exemplos. Terão de ser pacientes.

 

Comments are closed.