Pela primeira vez, um TGV transportou entre França e Inglaterra, através do Eurotunnel e a HS1 britânica.

O comboio, uma das três composições normalmente usadas pela La Poste para transportar correio em território francês, partiu do aeroporto de Lyon-Saint Exupéry às 16h42 de ontem e chegou na manhã de hoje à estação de St. Pancras, em Londres, depois de ter parado em Paris-Charles de Gaulle para carregar mais cargas.

O TGV cargueiro tem capacidade para transportar 120 toneladas.

A experiência foi levada a cabo pelo consórcio EuroCarex, em que participam a SNCF, Air France, Eurotunnel, La Poste, FedEx e os aeroportos de Paris, Amesterdão, Liège e Lyon. A ideia original, que ainda se mantém, é criar uma rede de transporte de mercadorias “premium” ou perecíveis, usando linhas e comboios de Alta Velocidade, entre os principais aeroportos europeus. E com isso reduzir o número de voos entre eles, e bem assim o recurso aos camiões.

O projecto arrancou em 2006, foi refundado em 2008 e a operação comercial deveria iniciar-se este mês, com uma frota de oito comboios. Agora, a nova meta é 2017, e a fasquia subiu para 25 comboios.

Uma encomenda enviada de Londres poderá chegar a Paris ou Bruxelas em três horas, frutas e legumes do Sul de França poderão ser entregues durante a noite em Londres. Os consultores optimistas estimam haver espaço para até meia dúzia de serviços diários entre a capital britânica e a Europa continental.

Comments are closed.