A holandesa TIL – Terminal Investment Limited e a chinesa SIPG – Shanghai International Port Group venceram os concursos internacionais para desenvolverem os novos terminais de contentores nos portos de Ashdod e Haifa.

Porto de Haifa

Ambos os terminais terão uma capacidade de movimentação de um milhão de TEU/ano, dispondo para o efeito de 1 600 metros de cais e fundos de -17,3 metros. O suficiente para operar os Triple-E.

Além da TIL (o “braço” da MSC para a operação portuária) e da SIPG estavam na corrida a Eurogate e a ICTSI.

O ministro dos Transportes de Israel, Yisrael Katz, considerou que a entrada de operadores internacionais no mercado portuário do país representa um ponto de viragem. As autoridades israelitas afirmam-se apostadas em transformar os portos de Ashdod e Haifa nos motores económicos do país. Ambos deverão ser privatizados ainda este ano.

De acordo com o regulamento dos concursos, promovidos pela Israel Port Company, a empresa pública terá a seu cargo a construção dos molhes de protecção e as acessibilidades marítimas, ao passo que os operadores internacionais terão a seu cargo a construção e equipamento dos terminais.

Comments are closed.