Pela terceira vez, a região austríaca do Tirol quer restringir o tráfego de camiões no vale do Inn. A IRU está contra e sublinha que a Comissão e o Tribunal de Justiça Europeu também.

Tirol

As novas restrições só deverão entrar em vigor em Julho de 2018. Afectarão um troço da auto-estrada A12 que atravessa o vale do rio Inn e aplicar-se-ão a todos os pesados de mercadorias de +7,5 toneladas, de acordo com o tipo de mercadorias transportadas. A intenção é favorecer/forçar a transferência modal, da rodovia para a ferrovia.

Esta será a terceira tentativa da administração da região do Tirol para impor restrições ao trânsito de pesados. Nas duas anteriores, o Tribunal de Justiça da União Europeia chumbou as propostas. Acresce que a nova medida foi apresentada poucos dias após a Comissão Europeia ter estabelecido que tais restrições não respeitam o princípio da proporcionalidade e são as menos eficazes para garantir a qualidade do ar.

Desde a União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU) consideram que a medida é inaceitável e desproporcionada e restringe o livre movimento de mercadorias na União Europeia. Os responsáveis pela IRU salientam ainda a ilusão da transferência de cargas para a ferrovia, por falta de capacidade da infra-estrutura, agora como em 2018.

 

 

Os comentários estão encerrados.