A TNT continua em negociações para encontrar um comprador para a sua frota de 54 aviões cargueiros. A ASL surge como o candidato “natural” mas não comenta.

TNT

A alienação da frota de aviões é, recorde-se, uma condição imposta por Bruxelas para autorizar a compra do operador holandês pela FedEx, numa operação avaliada em 4 400 milhões de euros. Isto porque a legislação comunitária impede que uma companhia europeia seja controlada por investidores de países terceiros.

Os aviões da TNT “vestem” as cores próprias e as da companhia PAN Air Líneas Aéreas, filial que opera sobretudo entre Madrid-Barajas e o hub europeu de Liège, na Bélgica.

Entre os interessados na compra das aeronaves poderá estar o grupo irlandês ASL, que já havia chegado a acordo para compra das duas frotas quando a TNT esteve para ser adquirida pela UPS, fusão que acabaria por ser chumbada por Bruxelas.

Porém, a ASL não comenta se mantém o interesse no negócio.

 

Tags:

Comments are closed.