Tony Tyler anunciou a sua saída do cargo de director-geral e CEO da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA, no acrónimo em inglês) em 2016.

Tony Tyler - IATA

O sucessor será eleito na próxima assembleia geral da instituição, marcada para 1 a 3 de Junho do próximo ano, em Dublin. Até lá, Tyler continuará a desempenhar as suas funções, que ocupa desde 2011.

“Após cinco ano como director-geral e CEO da IATA, acredito que será altura para me retirar e deixar a organização. É um privilégio e uma responsabilidade liderar a IATA e estou orgulhoso do que a equipa IATA está a atingir durante o meu mandato. Estou muito grato pelo apoio que recebo do conselho de governadores e, de uma maneira geral, de todo os membros, além de todos os meus colegas. Continuo plenamente empenhado em liderar a IATA até que o meu sucessor seja conhecido, em Junho do próximo ano”, referiu Tony Tyler, citado pela assessoria de imprensa da IATA.

A modernização dos canais de acesso ao cliente, a segurança inteligente e as negociações com os governos para uma indústria mais respeitadora do ambiente foram alguns dos êxitos conseguidos por Tyler à frente dos destinos da IATA.

A associação congrega cerca de 260 companhias aéreas, responsáveis por 83% do tráfego aéreo mundial.

A indústria mundial do transporte aéreo movimenta mais de 2,2 biliões de dólares (1,96 biliões de euros) e representa 57 milhões de postos de trabalho.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.