A Toyota operou uma revisão profunda à pick-up Hilux. Não é uma nova geração, mas é muito mais do que um restyling à oitava geração, lançada em 2015.

A renovada Toyota Hilux começará a comercialização este ano na Europa Oriental e chegará a Portugal no primeiro trimestre de 2021.

A frente da nova Hilux foi completamente redesenhada com uma grelha frontal mais tridimensional, integrada no pára-choques dianteiro. Destaque no novo estilo exterior para os conjuntos de luzes dianteiras e traseiras em LED, o design e acabamento maquinado das jantes de liga leve de 18 polegadas e a adição de uma nova cor exterior, a Bronze Oxide.

O interior foi também renovado. Um exemplo é o novo grafismo da informação apresentada para o condutor no ecrã TFT atrás do volante. As versões de lazer contam com um novo sistema multimédia com um ecrã táctil de oito polegadas. Este sistema, colocado na consola central, adopta alguns botões físicos para melhorar a operacionalidade em todas as condições de terreno e apresenta ainda a integração com smartphone com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

A gama de motores da renovada Toyota Hilux foi reforçada com um novo e mais potente motor a diesel 2.8 de 204 cv e 500 Nm de binário. Com este novo propulsor, a pick-up acelera dos zero aos 100 km/h em 10 segundos (2,8 segundos mais rápido que a unidade de 2,4 litros), oferecendo um consumo médio de combustível de 7,8 l/100 km e emissões de CO2 de 204 g/km (ambas no ciclo NEDC).

Indo ao encontro de clientes mais exigentes em termos de utilização em trabalho e lazer, o novo motor 2,8 litros estará disponível nas versões 4×4 cabina dupla da Tracker e Invincible, com opção entre caixa manual e automática (ambas de seis velocidades).

Mais conforto em estrada

O objetivo dos engenheiros ao renovar a Hilux era manter as capacidades todo-o-terreno e melhorar o conforto em estrada. O conforto e a dinâmica da pick-up foram aprimorados através de melhorias nos sistemas de suspensão e direcção hidráulica. A suspensão beneficia de um novo ajuste dos amortecedores dianteiros e traseiros, design aprimorado das molas e novas buchas para combinar uma condução mais suave com impacto reduzido em estradas mais degradadas.

As reconhecidas credenciais fora de estrada da Hilux foram melhoradas com uma nova função electrónica que reproduz o efeito de um LSD (sigla em inglês para Limited Slip Differential) mecânico (nos modelos 4×2), a redução da rotação do motor em marcha lenta de 850 a 680 rpm e uma resposta ajustada ao acelerador para maior controlo do condutor. Destaque ainda para um sistema de controlo de estabilidade actualizado e um novo monitor de ângulo dos pneus.

Carga útil alargada

A carga útil de 1 tonelada e a capacidade de reboque de 3,5 toneladas da Hilux foram agora expandidas para todas as versões com tracção às quatro rodas (cabina simples, cabine extra e cabine dupla).

Há mais de 50 anos que a Toyota Hilux tem tido uma presença dominante no mercado pick-up mundial. Em Portugal é líder de vendas desde 2013 e em 2019 atingiu uma quota de 30,8% no segmento pick-up, tornando-se líder de vendas pelo sétimo ano consecutivo.

 

Comments are closed.