O banco britânico Standard Chartered é a primeira instituição financeira a juntar-se à Tradelens, plataforma de blockchain desenvolvida pela Maersk e IBM.

A TradeLens captura, no presente, milhões de eventos da cadeia de abastecimento e dezenas de milhares de documentos por semana, tendo processado informações de mais de 15 milhões de contentores em todo o mundo desde o seu lançamento

“Como um elo crítico no ecossistema da cadeia de abastecimento global, o Standard Chartered Bank desempenha um papel crucial no suporte às transacções comerciais globais. As cadeias de abastecimento continuam a tornar-se mais internacionais, abrangendo muitas partes do mundo todo. Os ecossistemas digitais têm o potencial de promover a agenda de sustentabilidade de muitos participantes do comércio internacional”, refere, em nota de imprensa, o chefe de comércio global do banco, Michael Spiegel.

“O ecossistema comercial tem processos complexos, tempos de resposta lentos, muita documentação em papel e conectividade limitada entre as várias partes envolvidas e continua a ser um grande fonte de problemas para um sector com séculos de existência como o financeiro. A parceria com a TradeLens dota o Standard Chartered Bank de informações fiáveis ​​em tempo real para validar e proteger a integridade das transacções e, assim, oferecer um serviço rápido e seguro aos nossos clientes”, disse Aarthi Fernandez, chefe global de operações comerciais do Standard Chartered.

A Tradelens integra mais de 150 membros, incluindo mais de 100 portos e terminais, mais de 20 companhias de transporte marítimo e fornecedores de serviços intermodais, além de autoridades governamentais. A solução está disponível comercialmente desde Dezembro de 2018 e as suas API abertas baseadas em padrões estão disponíveis para toda a comunidade.

Comments are closed.