Em Junho, os comboios d0 Eurotunnel transportaram 108 mil camiões sob a Mancha, entre a Europa continental e o Reino Unido.

Face ao mesmo mês do ano passado, o resultado agora alcançado representa uma quebra de 11%. Contudo, há a assinalar o facto de 24 de Junho ter sido o melhor dia do Eurotunnel desde 19 de Março, quando foi declarada a pandemia de Covid-19.

A 24 de Junho, cruzaram o túnel da Mancha 4 885 pesados de mercadorias.

Desde o início do ano, contaram-se 665 348 camiões no Eurotunnel, menos 18% que no primeiro semestre de 2019. A Covid-19 é, claro, a principal explicação para a quebra. Ainda que a pandemia tenha também reforçado a necessidade de transporte de material médico e sanitário, além de produtos alimentares.

No tráfego de veículos de passageiros, em Junho verificou-se uma quebra homóloga de 69%, que atirou para os 52% a quebra acumulada no year-to-date.

Comments are closed.