A espanhola Transfesa anuncia para breve o lançamento de um novo serviço multimodal de base ferroviária entre Barcelona e Portugal. O TRANSPORTES & NEGÓCIOS apurou que o arranque da operação poderá ocorrer ainda antes do final do ano.

Na sua concepção e modelo de negócio, o novo serviço será semelhante ao do chamado “comboio da AutoEuropa”, comercializado pela Schenker Transitários. Ou seja, tratar-se-á de um serviço multimodal (com o recurso a caixas móveis), multicliente, com o risco a ser assumido pela Transfesa (também ela controlada pela alemã DB Schenker).

Em Portugal, a tracção será assegurada pela CP Carga. Tal como acontece com o comboio Portugal-Alemanha.

O encaminhamento das cargas de/para lá dos Pirinéus será uma possibilidade, a partir do terminal de Barcelona, mas não será para já.

No arranque, a ligação poderá ser feita com um comboio semanal apenas, no máximo dois, mas o TRANSPORTES & NEGÓCIOS sabe que o objectivo é atingir as três composições semanais em cada sentido num horizonte de seis meses.

Em aberto estará ainda o percurso a cumprir em Portugal. Sobre a mesa estarão várias possibilidades. Nomeadamente a concentração/distribuição das cargas a partir de um único terminal ferroviário com uma localização central. Ou a opção seguida no serviço da Schenker Transitários, com ligação a Leixões e à Bobadela e formação dos comboios na Pampilhosa.

Comments are closed.