O transporte aéreo de mercadorias cresceu 4,3% em Junho, em toneladas-quilómetro (FTK, na sigla em inglês), face ao mesmo mês de 2015, de acordo com os dados divulgados pela IATA. Trata-se do maior crescimento dos últimos 14 meses.

Carga aérea

Não obstante aquela subida, a capacidade cresceu, no mesmo período, 4,9%, o que mantém a pressão sobre a indústria. Segundo os dados da IATA, a procura aumentou, em Junho, em todas as regiões face ao mesmo mês do ano passado, com excepção para a América Latina, onde caiu 9,8%. Os maiores crescimentos foram registados no Médio Oriente e na Europa, respectivamente de 8% e 5,1%.

“Junho representou uma melhoria na procura do transporte aéreo de mercadorias. Isso são boas notícias. Contudo, não podemos tirar conclusões apenas com base na performance de um mês. O mercado do transporte aéreo de mercadorias tem estado em estagnação ao longo de vários anos, em que houve várias falsas partidas em indicações de melhorias”, afirma, citado pela assessoria de imprensa, o CEO e director-geral da IATA, Tony Tyler.

“Continuaremos a monitorizar os desenvolvimentos, tendo em conta que o ambiente do negócio da carga aérea é frágil. O crescimento económico global continua lento, os volumes do comércio mundial estão com tendência de descida e o sector enfrenta incertezas acrescidas após o referendo do Brexit”, acrescenta Tony Tyler.

 

 

 

 

 

Tags:

Comments are closed.