Depois do recuo provocado pela crise económica mundial, o transporte combinado de base ferroviária está a crescer na Europa a um ritmo mais forte que o transporte ferroviário convencional.

Transporte combinado

Entre 2011 e 2013, o transporte combinado cresceu 9% na Europa, de acordo com um estudo encomendado pela União Internacional de Caminhos-de-Ferro (UIC) à consultora BSL Transport. Em 2013 foram assim transportados mais de 20 milhões de TEU, conclui a quinta edição do estudo.

Numa análise mais longa, considerando o período entre 2005 e 2013, o estudo realizado para a UIC concluiu que o transporte combinado cresceu 41% em toneladas e 27% em toneladas-km, enquanto que o transporte ferroviário de mercadorias regrediu 3%.

O principal motor do crescimento do transporte combinado é, de acordo com a análise, o tráfego internacional, que aumentou cerca de 15% de 2011 e 2013. Já o transporte combinado doméstico cresceu somente 8% no mesmo período, embora se mantenha como o segmento mais importante (movimentou 12 milhões do total de 20 milhões de TEU).

O estudo vinca igualmente a predominância do transporte não acompanhado, que representou 20 milhões de TEU contra os apenas 800 mil TEU que viajaram acompanhados. Em tonelagem, a proporção foi de 203 milhões de toneladas vs. 10,8 milhões de toneladas.

» Relatório UIC – Transporte Combinado na Europa – Resumo

Comments are closed.