Os lucros operacionais divulgados por 20 dos 30 maiores players mundiais do transporte marítimo de contentores contrastam, e de que maneira!, com as perdas de há um ano e dão razão aos que anunciam o fim da crise.

Entre Janeiro e Junho, as 20 companhias em causa obtiveram lucros operacionais de 3,8 mil milhões de dólares. Há um ano, as perdas haviam sido de 6,9 mil milhões. E ainda no final de 2009 se perspectivava que os resultados positivos só voltariam em 2011.

As 20 companhias em causa integram o top 30 do sector a nível mundial e são aquelas que divulgaram publicamente os seus resultados. Juntas controlam 67% da capacidade mundial de transporte marítimo de contentores.

Das 20, apenas três (entre elas a Zim) continuaram no vermelho, mas mesmo assim com melhorias significativas em termos homólogos.

Ao invés, a Maersk, a CMA CGM e a Hapag-Lloyd obtiveram os seus melhores resultados semestrais de sempre.

Entre as companhias que não divulgaram os resultados, por não estarem obrigadas a tal, conta-se a MSC, número dois mundial no sector.

Os comentários estão encerrados.