Acabada de entrar no transporte rodoviário internacional de mercadorias, a Transportes Freitas prevê realizar já este ano um volume de negócios de 1,5 milhões de euros neste segmento de mercado, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o CEO da empresa.

Com uma longa tradição na distribuição nacional de combustíveis Galp, onde reclama a liderança do mercado, a empresa de Vila das Aves, Santo Tirso, decidiu agora apostar no transporte internacional de mercadorias.

Uma aposta arriscada, num momento difícil do mercado, mas que João Freitas justifica com “os desafios e as oportunidades proporcionados por alguns dos nossos clientes de outros serviços”.

Neste arranque “temos já algumas rotas fixas para a Polónia, França, Alemanha, Holanda e Espanha, com saídas no mínimo semanais”, acrescentou aquele que já representa a terceira geração da família Freitas. A oferta de serviços compreende “todo o tipo de cargas, incluindo temperatura controlada”.

A frota afecta ao transporte internacional é, para já, de apenas uma dezena de veículos. Mas até ao final do ano deverão juntar-se-lhes mais 28. Ainda este ano, a nova actividade deverá representar a criação de 40 postos de trabalho.

Quanto a objectivos, João Freitas avança o de “atingir os 1,5 milhões de euros de facturação ainda este ano e duplicar este valor para 2012”.

A Transportes Freitas tem o seu “core business” no transporte, distribuição e comercialização de combustíveis e outros derivados do petróleo.

Comments are closed.