Embraer e Boeing podem, de novo, avançar com a fusão. Um tribunal brasileiro cancelou a suspensão decidida na semana passada por um juiz de primeira instância . . .

***Este conteúdo está disponível apenas para assinantes do TRANSPORTES & NEGÓCIOS! Se ainda não é assinante clique AQUI para selecionar a assinatura que mais se adequa às suas necessidades! Caso já faça parte da comunidade T&N clique AQUI para fazer o login***