Se tudo correr pelo melhor, os trabalhos de aprofundamento do Elba, no acesso ao porto de Hamburgo, poderão começar dentro de um ano ou dois.

Porto de Hamburgo - Elba

O Tribunal Administrativo Federal Alemão, de Leipzig, reconheceu a necessidade das dragagens no rio Elba mas decidiu que elas não podem avançar, por serem ilegais ao violarem as leis de protecção do habitat natural.

A partir daqui, para concretizar a desejada melhoria das acessibilidades marítimas ao porto de Hamburgo haverá que refazer os planos e implementar as medidas de protecção ambiental. Ou seja, as obras só poderão avançar dentro de um ou dois anos… se entretanto não houver mais contestação.

O aprofundamento do Elba está suspenso desde 2013 por causa da oposição dos ambientalistas ao projecto.

Ganhar 1 800 TEU por escala

O projecto prevê a correcção e o aprofundamento do cana de acesso ao porto de Hamburgo, numa extensão de 130 quilómetros. Com isso, será possível a operação, sem restrições, de navios com calados de 14,5 metros, contra os actuais 13,5 metros.

Em termos práticos, será assim possível aos navios que demandam o porto germânico movimentarem mais 1 800 TEU em cada escala.

Actualmente, as entradas e saídas dos navios de maiores dimensões estão sujeitas a limitações na carga transportada e à evolução das marés. Ainda assim, o movimento de navios de mais de 14 000 TEU em Hamburgo terá praticamente duplicado no ano passado face a 2015.

Alianças mantêm aposta

Apesar das restrições, os principais operadores continuam a realizar escalas directas no maior porto alemão, e assim continuarão a fazê-lo.

Os planos da Ocean Alliance prevêem escalas em Hamburgo em cinco dos seus seis serviços para o Norte da Europa. E no caso da THE Alliance prevê-se mesmo que todos os cinco serviços toquem no porto hanseático. O mesmo já faz a 2M.

Ainda assim, e sem um calendário preciso para a realização das obras, é difícil negociar com os transportadores projecto de futuro, para mais num ambiente fortemente concorrencial, avisam do porto Hamburgo.

O porto de Hamburgo é o maior da Alemanha. O seu contributo para a economia do país eleva-se a 21,8 mil milhões de euros. Só à cidade de Hamburgo, o porto rende 900 milhões de euros anuais em impostos.

 

Comments are closed.