O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, disse segunda-feira à noite, no Porto, que o túnel do Marão deverá abrir em Março, acrescentando que na obra foram poupados “cerca de mil milhões de euros”.

tunel+do+marão+2

“A obra está a seguir para ficar concluída até ao final deste ano e estar ao serviço das pessoas a partir de Março de 2016 (…). [Uma obra] com uma poupança que, comparada com o contrato de PPP anterior, representa cerca de mil milhões de euros a menos de despesa”, disse o governante.

Sérgio Monteiro falava na conferência “As Reformas nos Transportes, Infraestruturas e Comunicações”, iniciativa da Distrital do Porto dos Trabalhadores Social Democratas que foi marcada sobretudo pela discussão em volta das concessões de transportes, nomeadamente da Metro do Porto e da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP).

O secretário de Estado aproveitou também para falar da fusão das Estradas de Portugal com a Refer, apontando como principal objectivo para esta medida “obrigar o Estado a pensar qual é a decisão mais racional de investimento”.

“Não temos de andar a fazer competição entre a estrada e o caminho-de-ferro (…). Vamos ter uma única empresa em infra-estruturas de Portugal, que é a maior empresa do país em volume de activos. Maior do que a Portugal Telecom, maior do que a EDP e maior do que a Galp”, disse Sérgio Monteiro.

“Como estavam, estavam totalmente falidas. Nós estamos a construir uma solução para rentabilizar ao máximo os activos e, de duas empresas falidas, fazer uma empresa que tenha futuro para si, para os seus trabalhadores e para o país”, acrescentou.

 

Comments are closed.