A Uber Freight registou reservas de 132 milhões de dólares (117,3 milhões de euros) no primeiro trimestre de 2019, mais 230% do que período homólogo do ano passado.

De Janeiro a Março do ano em curso, a Uber Freight, plataforma dedicada ao transporte rodoviário de mercadorias presente nos EUA,  celebrou contratos com mais de 36 mil companhias de transporte com mais de 400 mil motoristas, tendo servido mais de mil carregadores.

Os números constam dos resultados trimestrais da Uber Technologies, que integra a Uber Freight.

A CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, indicou que, em conjunto com a Uber Eats, a Uber Freight foi o “melhor segmento” do grupo.

“Cada vez mais grandes carregadores globais começam a beneficiar da vasta transparência da rede de operadores da Uber Freight, preços em tempo real e muito mais, com muitos novos clientes notáveis a juntarem-se no primeiro trimestre, tais como a CVS, a Cisco, a Pepco e a Heineken”, afirma, ctiado em comunicado. Outras companhias que se tornaram cientes no primeiro trimestre foram a cervejeira Anheuser-Busch InBev e a Colgate-Palmolive.

“Para melhor apoiar os carregadores e integrarmo-nos ainda mais nas suas cadeias de abastecimento, anunciámos uma parceria estratégica com a SAP”, acrescentou Khosrowshahi.

No geral, a Uber Technologies perdeu pouco mais de mil milhões de dólares (888,7 milhões de euros) no primeiro trimestre, ficando as receitas nos 3,1 mil milhões (2,76 mil milhões de euros).

 

Comments are closed.