A Uber anunciou que está a testar camiões autónomos no Arizona desde Novembro. É um primeiro passo no que promete ser uma revolução do transporte de mercadorias e que poderá alterar de forma radical o emprego dos motoristas de longo curso.

Depois de testar a tecnologia no início de 2017, a Uber começou a contratar companhias de transporte rodoviário para usarem as suas próprias plataformas autónomas Volvo.

De acordo com a Uber, um motorista entra no camião autónomo na fronteira do Arizona, que então leva a carga ao longo do estado antes de transferi-la para um segundo camião convencional para uma viagem de curta distância. Durante a viagem autónoma, um trabalhador da companhia tecnológica segue no banco do motorista, mas apenas para monitorizar e não para conduzir.

A Uber antecipa dois cenários, caso a tecnologia e as regulamentações se desenvolvam a favor dos camiões autónomos. O primeiro prevê que camiões auto-conduzidos assegurem os trajectos de longo curso sem ninguém ao volante e que os motoristas “convencionais” assegurem os percursos e entregas nos centros das cidades. A outra possibilidade é que a Uber possa vender a sua tecnologia aos transportadores com camiões em frota, com o veículo a assegurar de forma autónoma a maior parte da condução de longa distância, mas o motorista a seguir a bordo, podendo usar boa parte do tempo para repousar.

Ganhos de tempo e conforto

A questão dos camiões autónomos permanece polémica. Os defensores da tecnologia recordam que esta pode ser uma auxílio face às legislações de tempos de condução e repouso e, além disso, que pode permitir aos motoristas tradicionais assegurarem trajectos de ida e volta, podendo regressar para casa no final do dia de viagem.

“O grande passo para nós é que podemos planear transportar mercadorias em ambas as direcções, usando o Uber Freight para coordenar cargas e descargas com motoristas locais”, refere, citado pela comunicação social dos EUA, Alden Woodrow, que lidera o projecto do camião autónomo da Uber. “Manter o transporte rodoviário local permite que esses motoristas ganhem dinheiro enquanto se mantêm mais perto de casa”, advoga.

A Uber Freight, lançada em Maio passado, é um aplicativo que conecta o carregador com o camião.

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.