A União Europeia quer parques seguros para camiões a cada 100 quilómetros dos corredores da rede core da RTE-T. E tem 60 milhões para os co-financiar.

A IRU aplaude a decisão da Comissão Europeia de disponibilizar 60 milhões de euros, no âmbito do Mecanismo Interligar a Europa (CEF), para a melhoria da rede de parques seguros para camiões.

O plano inclui o desenvolvimento de novos parques seguros aproximadamente a cada 100 quilómetros ao longo da rede básica de estradas da RTE-T, bem como a melhoria da segurança, protecção e serviços das áreas de descanso existentes.

Os 60 milhões de euros são disponibilizados no âmbito da última chamada do CEF. Vinte milhões estão disponíveis para todos os estados-membros, e 40 milhões estão reservados aos países do Fundo de Coesão, caso de Portugal.

Só 3% do estacionamento é seguro

No presente, existem apenas 300 mil lugares de estacionamento disponíveis na UE, o que significa um défice de 100 mil lugares.

Dos lugares disponíveis, apenas sete mil (menos de 3%) são certificados como seguros e protegidos. Segundo um estudo da UE, a falta de estacionamento protegido para camiões é uma preocupação para quase 90% dos motoristas e operadores de transporte.

As consequências da falta de zonas de estacionamento seguras são “muito graves”, de acordo com a IRU. O transporte rodoviário enfrenta uma grave escassez de motoristas, com consequências não apenas para transportadores e organizações internacionais, mas também para as economias e sociedades como um todo, de acordo com a mesma organização.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*