A União Europeia financiará com dois milhões de euros um projecto espanhol que visa estudar as necessidades de infra-estruturas e de logística para a promoção do consumo do GNL pelos transportadores.

O projecto prevê a criação de sete estações de abastecimento de gás natural liquefeito, com distintas características, para testar o modelo que melhor se adapte às necessidades reais do mercado, quer do lado dos fornecedores do combustível, quer do lado dos consumidores.

Igualmente será estudada a cadeia logística do GNL e os diferentes modelos de negócio para a disseminação dos postos de abastecimento junta dos principais eixos viários.

O projecto espanhol foi seleccionado no âmbito da convocatória anual da TEN-T-.

O GNL é tido como uma alternativa eficaz ao diesel para abastecer os veículos rodoviários pesados, por ser mais barato, existir em quantidade e ser menos poluente. As principais marcas já disponibilizam veículos movidos a GNL. Porém, a sua utilização no transporte rodoviário de mercadorias tem sido contrariada pela inexistência de redes de abastecimento à escala nacional e internacional.

Comments are closed.