A União Europeia precisa de 400 mil lugares de estacionamento seguro para camiões, de acordo com um estudo apresentado pela Comissão Europeia.

A análise indica que os delitos contra o transporte rodoviário de mercadorias “são mais frequentes do que nunca” e calcula que 75% destes incidentes acontecem “quando os camiões estão estacionados em lugares inseguros”.

As autoridades comunitárias pretendem dar resposta a esta “situação crítica, tanto para motoristas como para carregadores”, promovendo estacionamentos seguros e protegidos através de um investimento de 45 milhões de euros, a co-financiar pelo Mecanismo Interligar a Europa (CEF, na sigla em inglês).

O objectivo do estudo é criar um padrão comum para estacionamentos seguros, composto por quatro níveis de segurança: bronze, prata, ouro e platina. Todos esses níveis terão patamares mínimos de serviço para os motoristas em termos de higiene pessoal, restauração e conforto.

Bruxelas anunciou, além disso, a criação de um painel de especialistas, que irá reunir motoristas, sindicatos, transportadores, fabricantes de camiões, transitários, carregadores, seguradoras, fornecedores de tecnologia, auditores, concessionários de auto-estradas e de parques de estacionamento e organizações de estacionamento. A Comissão aponta o próximo dia 2 de Abril como data de realização da primeira reunião deste grupo.

“A situação actual não é aceitável”, defende a comissária europeia dos Transportes, Violeta Bulc. “Os motoristas na Europa merecem sentir-se confortáveis ​​e seguros quando descansam. Isto é vital para a sua segurança e a segurança do seu trabalho nas estradas europeias”, acrescentou.

“Tomaremos medidas para garantir que os nossos motoristas e transportadores possam beneficiar de zonas de estacionamento seguras na UE”, garantiu Bulc.

 

 

Comments are closed.