A UPS registou receitas de 16 931 milhões de dólares (15 680 milhões de euros) no quarto trimestre de 2016, mais 5,18% do que no período homólogo de 2015. Os envios da época natalícia e a actividade fora dos EUA justificam a subida.

UPS-FedEx

Os lucros do operador entre Outubro e Dezembro do ano passado alcançaram 2 223 milhões de dólares (2 060 milhões de euros), um aumento de 2,4% em relação ao período homólogo de 2015. A companhia movimentou um total de 1 400 milhões de pacotes no último trimestre de 2016, mais 7,1% do que um ano antes.

As receitas obtidas pela UPS nos serviços de encomendas nos Estados Unidos atingiram 10 931 milhões de dólares (10 110 milhões de euros) no quarto trimestre do ano que passou, mais 6,3% face a 2015. Os lucros regionais caíram, porém, 0,6%, para 1,3 milhões de dólares (1,2 milhões de euros).

Pelo contrário, na actividade fora dos EUA, a companhia aumentou as receitas em 5% no período em análise, para 3 335 milhões de dólares (3089 milhões de euros). Esta subida foi motivada pelo aumento de 8,4% nos pacotes movimentados pela UPS. O lucro cresceu 13,1%, para 706 milhões de dólares (654 milhões de euros).

Quanto à divisão Supply Chain & Freight, as receitas cresceram 2,6% de Outubro a Dezembro de 2016, para 2 638 milhões de dólares (2 440 milhões de euros), mas os lucros caíram para 179 milhões de dólares (166 milhões de euros), menos 4,46% do que um ano antes.

Na análise dos 12 meses de 2016, a UPS registou lucros globais de 61 100 milhões de dólares (56 590 milhões de euros).

 

 

Tags:

Comments are closed.