Um consórcio liderado pela UPS implementou em Londres uma nova tecnologia de carregamento de veículos, permitindo à companhia aumentar a sua frota de 65 para 170 camiões eléctricos.

O projecto Smart Electric Urban Logistics (SEUL) permite recarregar em simultâneo uma frota inteira de veículos eléctricos sem a necessidade de proceder a um upgrade na rede de energia eléctrica.

Uma parte fundamental desta iniciativa consiste no uso de baterias de armazenamento de energia no local. Embora novas pilhas tenham sido implantadas nesta fase, prevê-se que, no futuro, estas possam ser baterias de segunda vida que já tenham sido usadas numa frota de veículos eléctricos da UPS. Juntamente com a rede inteligente, isso abrirá caminho para uma estratégia de infra-estrutura da UPS para a frota de veículos eléctricos, que pode usar dinamicamente uma actualização de energia convencional, uma rede inteligente, armazenamento local e, em muitos casos, a geração de energia local, incluindo a solar e outras fontes alternativas.

“Esta solução pioneira permitiu à UPS aumentar a sua frota de veículos eléctricos sem ter que proceder a um upgrade da sua ligação de rede, e está assim a preparar o caminho para futuras electrificações de veículos de entrega nas nossas cidades”, refere, em comunicado, Ian Smyth, da UK Power Networks Services.

Iniciativas como o SEUL ajudam a UPS a atingir o seu objectivo de um em cada quatro veículos novos comprados até 2020 serem de combustível alternativo ou veículos de tecnologia avançada. A empresa também se comprometeu a até 2025 obter 25% da electricidade que consome a partir de fontes de energia renováveis e substituir 40% de todo o combustível terrestre por fontes diferentes da gasolina e diesel convencionais, um aumento de 19,6% em 2016.

O consórcio integra, além da UPS, a UK Power Networks e a Cross River Partnership, com financiamento do Departamento do Reino Unido para Veículos de Emissões Reduzidas.

 

Comments are closed.