A Vale Moçambique vai enviar o primeiro carregamento de 50 mil toneladas de carvão de coque para Swinoujscie, Polónia, num navio a ser carregado na próxima semana, no porto de Nacala, informou a “Platts”.

Porto de Nacala

A subsidiária do grupo brasileiro Vale enviou carvão para a Polónia no ano passado a partir do porto da Beira, no âmbito das vendas regulares para a Europa, numa altura em que aguardava a conclusão da ligação por caminho de ferro entre Moatize, província de Tete, e o porto de águas profundas de Nacala, província de Nampula.

Em comunicado recente, a Vale Moçambique informou ter extraído em Moatize 603 mil toneladas de carvão de coque ou metalúrgico e 297 mil toneladas de carvão térmico, no decurso do primeiro trimestre de 2016. Em termos homólogos, aqueles valores representam quebras de 17,1% e 30,4%, respectivamente.

Na semana passada, a Vale Moçambique anunciou a suspensão dos transportes pela Linha de Sena, no seguimento de dois ataques a duas composições carregadas de carvão, de que resultaram ferimentos ligeiros num maquinista e dois auxiliares.

 

Comments are closed.