Pela primeira vez, um porto do Mediterrâneo movimentou mais de 5 milhões de TEU. A honra coube a Valência.

O porto de Valência fechou 2018 com 5 182 665 TEU movimentados. Um crescimento de 7,25% em relação a 2017 e um novo máximo histórico.

Em termos absolutos, Valência movimentou em 2018 um total de 76 620 440 toneladas, mais 4,16% do que em 2017. A evolução da carga geral e dos graneis sólido foram o grande motor da subida.

Indicam desde a APV que a carga geral fraccionada encerrou o ano com um crescimento de 19,49%, para um total de 14 085 970 de toneladas. Também o tráfego de automóveis cresceu em 2018 em Valência, para 820 221 unidades (+3,18%), colocando o porto como líder nesse tipo de tráfego em Espanha.

A carga ro-ro aumentou em 25,14%, para 11 829 219 toneladas. Quanto às cargas gerais em contentor, fecharam o ano com 57 885 808 toneladas, um incremento de 3,41% face a 2017. O tráfego de granéis sólidos totalizou 2 544 075 toneladas em 2018, um aumento de 11,64%.

Em sentido contrário, os granéis líquidos registaram uma forte quebra de 40,39%, para 1 909 692 toneladas. O maior “tombo” neste tipo de cargas coube ao gás natural, que, com 217 mil toneladas registadas, caiu 84,4% face ao exercício anterior.

 

 

 

Este artigo tem1 comentário

  1. POR CULPA ÚNICA EXCLUSIVA DA MINISTRA MAR ANA PAULA VITORINO porto de Valência afastasse do porto de Sinesno que respeita contentores e não só, a mesma ministra que não consegue que o PROMAR – programa financiamento da pesca portuguesa cumpra OS SEUS OBJECTIVOS PORQUE 3 ANOS DEPOIS APRESENTA TAXA EXECUÇÃO VERGONHOSA e a mesma ministra que anuncia início obras expansão em Leixões para 2019 quando já deviam estar concluídas, vergonha

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*