O estaleiro naval norueguês Vard foi escolhido pela Yara para construir o que a companhia indica ser o primeiro porta-contentores eléctrico e autónomo do mundo, o Yara Birkeland.

O estaleiro Vard vai construir o primeiro porta-contentores autónomo e eléctrico

Anunciado pela primeira vez pela Yara e pela Kongsberg no ano passado, o navio será usado para substituir camiões no transporte dos fertilizantes produzidos pela Yara em Porsgrunn para Brevik e Larvik. O casco da embarcação será construído no estaleiro Vard Braila (na Roménia) e concluído na Noruega, no Vard Brevik.

O acordo de construção com a Vard representa 250 milhões de coroas dinamarquesas (26,1 milhões de euros) e a entrega do Yara Birkeland está prevista para o início de 2020.

O navio será inicialmente tripulado, com o objectivo de ter operação totalmente autónoma a partir de 2022.

“Uma embarcação como o Yara Birkeland nunca foi construída antes. A Vard combina experiência em construção de navios personalizados com inovação líder e fornecerá uma embarcação revolucionária que ajudar-nos-á a reduzir as nossas emissões e contribuirá para alimentar o mundo enquanto protege o planeta”, refere, em comunicado, o presidente e CEO da Yara, Svein Tore Holsether.

» Primeiro porta-contentores autónomo anunciado para 2020

» Noruegueses criam primeira companhia de transporte autónomo

» Kalmar cria terminal autónomo para o primeiro feeder eléctrico (c/ vídeo)

 

Os comentários estão encerrados.