A Volkswagen Veículos Comerciais vendeu 48 600 unidades em Maio. Uma subida de 12,7% face ao mês homólogo do ano passado.

Na Europa Ocidental, as 33 800 unidades entregues representaram um aumento de 16,3% (em Portugal foram registadas 82 unidades, -54,2%). Na Europa Oriental, as entregas da marca subiram 11,9%, para 3 800 veículos.

Na América do Sul, as entregas aumentaram 15,5%,para 4 100 veículos. A VW Veículos Comerciais também entregou mais viaturas em África (+14,4%, para 1 400 veículos) e na região Ásia-Pacífico (+9,9%, para 2 500 veículos).

Ao contrário do habitual, o construtor não revelou dados relativos à América do Norte (México) e Médio Oriente.

Por modelos, a Transporter foi a mais vendida, com 22 300 unidades (+20,2%) no mês passado, à frente da Caddy, com 14 000 matrículas (-4,5%). Seguiram-se a pick-up Amarok com 7 400 unidades comercializadas, mais 13,3%, e a Crafter, com 3 500 matrículas, mais 40,3%.

Crescimento ligeiro no acumulado

No acumulado de Janeiro a Maio, a VW Veículos Comerciais vendeu um total de 209 600 veículos (+2,3%).

Na Europa Ocidental foram entregues 144 600 veículos (+1%), na Europa Oriental 16 400 (+4,6%), na América do Sul 18 800 (+19,3%), em África 6 800 (+32,1%) e na região Ásia-Pacífico 10 200 (+7,9%).

Em Portugal, a marca alemã matriculou 527 veículos nos primeiros cinco meses de 2018, menos 36,1% do que um ano antes.

 

Os comentários estão encerrados.