Com os principais mercados a darem o mote, as vendas de camiões de +16 t na União Europeia cresceram 30,8% em Novembro. No total dos 11 meses, o saldo é ainda negativo mas apenas em 0,6%.

Em Novembro, foram matriculados na UE-27 22 483 pesados de mercadorias da gama alta, valor que compara com os 17 194 de há um ano.

Na Alemanha, o maior mercado, o crescimento homólogo atingiu os 20,3%, com 4 998 registos; no Reino Unido chegou aos 37,1%, com 3 804; em França foi de 15%, com 3 394; e na Polónia tocou os 28,9%, com 1 723 matrículas.

Entre os principais mercados, Espanha teve, em Novembro, o melhor resultado relativo, com um ganho homólogo de 41,4% e um total de 1 611 matrículas.

Em Portugal, de acordo com os dados da ACEA, matricularam-se em Novembro 200 camiões de +16 toneladas, o que compara com os 169 de há um ano (mais 18,3%).

Desde Janeiro e até ao final de Novembro, contabilizaram-se 197 905 matrículas na UE-27, contra as 199 019 dos primeiros 11 meses de 2012.

Entre os principais mercados, o Reino Unido teve o melhor resultado relativo, com um ganho de 12,5% para as 29 685 matrículas. A Polónia também acumulou ganhos, na casa dos 10,5%, com 14 451 registos.

De resto, a Alemanha ainda perde 5,6% (48 307 vendas registadas), a França 4,5% (33 162), Espanha 2,4% (9 717) e a Holanda 5,3% (8 922).

Portugal matriculou nos primeiros 11 meses do ano 1 541 camiões de gama alta, o que representou um ganho de 6,2% face aos 1 451 de há um ano.

Os comentários estão encerrados.