A China Harbour Engeneering Company sera a responsável pela construção, que se iniciará em 2011 e durará cerca de três anos.

A Venezuela e a R.P. China assinaram um memorando de entendimento para a expansão do porto de Puerto Cabello, o mais importante do estado sul-americano.

A primeira fase do projecto tem um custo estimado de 600 milhões de dólares. O novo terminal de contentores deverá ter capacidade para receber em simultâneo dois navios post-panamax, com comprimentos superiores a 300 metros.

Apesar da sua dimensão, Puerto Cabello tem sido menosprezado na política de investimentos portuários da Venezuela. O melhoramento agora anunciado visa dotar o porto das capacidades para beneficiar do incremento de tráfego marítimo expectável com o alargamento do canal do Panamá.

De acordo com o ministro dos Transportes venezuelano, quando estiver concluída a expansão de Puerto Cabello praticamente duplicará a capacidade de movimentação de cargas nos portos do país.

Puerto Cabello foi um dos portos venezuelanos renacionalizados no ano passado pelo governo de Hugo Chávez. Desde 1970 que não são feitos ali investimentos, reconheceu o ministro dos Transportes.

Os comentários estão encerrados.