A partir de amanhã, a Via Navegável do Douro terá oficialmente ao serviço um rebocador multifunções para serviços de emergência.

 

O rebocador, que amanhã será baptizado numa cerimónia presidida pela ministra do Mar, integrará o Plano de Emergência da Vioa Navegável do Douro.

A embarcação foi construída na Navaltagus (Grupo ETE) e representa um investimento de 2,75 milhões de euros. Com um comprimento de 22,95 metros e 9,9 metros de largura, o rebocador esta em equipado com dois motores de 750 cv e dispºoe de uma capacidade de tracção de 12 toneladas.

No comunicado em que anuncia o baptismo, a APDL destaca que este investimento se soma a outros já realizados no Douro navegável, para melhorar a segurança e conforto da navegação, nomeadamente na melhoria dos sistemas de comunicação e informação e na “correcção dos constrangimentos no canal e nas eclusas”.

Amanhã também serão baptizadas outras quatro embarcações adquiridas pela APDL, no caso para o porto de Leixões, para os serviços de pilotagem e amarração. Juntas representaram um investimento de mais de 1,6 milhões de euros.

Desta feita, o baptismo colectivo não acontecerão em Leixões, mas no Douro, mais propriamente na Douro Marina, em Vila Nova de Gaia.

http://www.38.kmitd2.com/w/3e9e16gbecqk69fUkKh4ec9ac2d5ae!uid?egu=idqryqttseixhfml

Comments are closed.