A VIIA Brittanica, a auto-estrada ferroviária que liga o terminal de Le Boulou, nos Pirinéus, a Calais, poderá passar de uma para duas frequências nos dias úteis. A SNCF Logistics não o anunciou oficialmente, mas a medida foi noticiada pela comunicação social francesa.

VIIA - Callais

A VIIA Britanica, que pode transportar até 40 semi-reboques em cada direcção, foi retomada em Fevereiro, após ter estado suspensa desde Julho de 2016 devido a incursões repetidas de migrantes nas linhas. O serviço havia sido lançado em Março do ano passado.

Uma porta-voz da SNCF Logistics, citada pela comunicação social francesa, refere que não só a segurança melhorou, como o desempenho comercial também cresceu. “Desde que o serviço foi retomado, os coeficientes de ocupação têm sido muito bons – os nossos comboios estão cheios. Tendo lançado o serviço com três frequências semanais, depois aumentadas para cinco, estamos agora a perspectivar duas jornadas de retorno por dia até ao final do ano”, indica.

A mesma fonte confirmou também que a VIIA planeia lançar, até o final deste ano ou no início de 2018, um segundo serviço de auto-estrada ferroviária, que ligará Ourbassano, perto de Turim, Itália, a Calais. Uma terceira auto-estrada ferroviária, entre Calais e o porto mediterrânico francês de Sète está, ainda segundo a porta-voz da SNCF Logistics “em fase de projecto”.

 

Os comentários estão encerrados.