A Vinci Airports, proprietária da ANA, acordou a compra de 50,01% de Gatwick, o maior aeroporto do mundo com uma única pista.

Vinci: Gatwick opera com uma única pista

A compra da maioria do aeroporto de Gatwick deverá ficar concluída no primeiro semestre de 2019. O investimento da Vinci será de 2,9 mil milhões de libras esterlinas (3,7 mil milhões de euros). Os restantes 49,99% permanecerão com a capital de risco GIP (Global Infrastructure Partners).

Com a compra do aeroporto britânico, a Vinci entra no mercado britânico, um dos maiores e mais dinâmicos do mundo, e dá um salto na sua dimensão. Gatwick movimentou no ano passado 46 milhões de passageiros. A Vinci processou 228 milhões de passageiros em 46 aeroportos.

O aeroporto de Gatwick atingiu no último ano fiscal (terminado a 31 de Março) um volume de negócios de 764,2 milhões de libras esterlinas e um EBITDA de 411,2 milhões.

Tal como Lisboa, o aeroporto londrino opera com uma única pista. Mas é o aeroporto mais eficiente do mundo – palavras da Vinci – ostentando o recorde mundial de 950 movimentos num único dia, atingido em 2017.

 

Comments are closed.