A Volkswagen e a Ford assinaram um memorando de entendimento para desenvolverem uma aliança estratégica. No entanto, um cruzamento de participações accionistas está fora de causa.

O que está previsto acontecer em primeiro lugar é o desenvolvimento de veículos comerciais. Ao contrário de outros, a Volkswagen e a Ford produzem os seus veículos comerciais de forma isolada. Resta saber onde serão fabricados os veículos delineados por ambos.

O acordo pretende reduzir os custos de desenvolvimento e de produção. Procura-se também a adaptação às necessidades dos clientes e ao facto de se estar a dar uma transformação no negócio da venda de automóveis, sendo que nas grandes cidades se está a optar pelo aluguer, em vez da aquisição tradicional.

“A Ford está empenhada em melhorar a nossa aptidão como negócio e alavancar modelos de negócios adaptáveis ​​– que incluem o trabalho com parceiros para melhorar a nossa eficácia e eficiência”, indica, no comunicado conjunto, Jim Farley, presidente da Ford para os mercados globais.

“Esta potencial aliança com o grupo Volkswagen é outro exemplo de como podemos tornar-nos mais aptos como negócio, criando uma gama de produtos globalmente vencedora e ampliando as nossas capacidades”, acrescenta.

Thomas Sedran, director de estratégia do grupo Volkswagen salienta a mudança por que o sector passa. “Os mercados e a procura dos clientes estão a mudar a uma velocidade incrível. Ambas as companhias já possuem posições fortes e complementares em diferentes segmentos de veículos comerciais. Para haver adaptação ao ambiente desafiante, é de extrema importância ganhar flexibilidade através de alianças. Este é um elemento central da nossa estratégia até 2025. A potencial cooperação industrial com a Ford é vista como uma oportunidade para melhorar a competitividade de ambas as empresas globalmente”, explica Sedran.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.