A Volvo Trucks prepara o lançamento de versões de cabine baixa no FE. O transporte urbano será o mais beneficiado.

Esta variante foi desenvolvida a pensar em operações como a recolha de resíduos, a distribuição urbana ou os transportes de construção no interior das cidades.

A Volvo destaca a maior visibilidade que a posição de condução mais baixa oferece, tal como um maior conforto de operações, reduzindo os riscos de lesões no joelho e no tornozelo.

“Na distribuição urbana, por exemplo, o motorista assume a condução e as entregas sozinho. A entrada baixa é uma enorme vantagem ergonómica se você sobe e desce da cabine mais de 50 vezes por dia e a visibilidade aprimorada melhora a segurança para os utilizadores mais vulneráveis das estradas”, indica, citado em comunicado, Anders Edenholm, responsável pelo segmento da distribuição na Volvo Trucks.

Em termos de motores, o Volvo FE oferece opções a diesel e a gás natural comprimido (GNC). Os motores diesel têm potências entre 250 e 350 cv. Todos permitem a utilização do combustível HVO (sigla em inglês para óleo vegetal tratado com hidrogénio) e a versão de 320 cv também funciona com 100% de biodiesel.

O Volvo FE tem agora versões a GNC em todas as variantes de carroçaria.

 

 

 

 

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.