A nova presidente da Comissão Europeia pediu à comissária europeia dos Transportes uma estratégia global para uma mobilidade sustentável e inteligente.

Em carta enviada à romena Rovana Plumb, Ursula Von der Leyen solicita à comissária europeia que se “centre no aumento da utilização de combustíveis sustentáveis e alternativos para o transporte rodoviário, marítimo e aéreo”.

Nesse sentido, a presidente da Comissão Europeia pretende que haja uma extensão do regime de comércio de quotas de emissões ao sector marítimo e a redução dos direitos de emissão gratuitos para as companhias aéreas.

Ursula Von der Leyen salienta que o seu objectivo de “poluição zero” deve orientar o trabalho de Rovana Plumb, a quem solicita que “contribua para a revisão da directiva sobre imposição de energia para alinhá-la” com as ambições climáticas da Comissão “e pôr fim aos subsídios aos combustíveis fósseis”.

A carta também aborda outros objectivos, como “aproveitar ao máximo as oportunidades relacionadas com a mobilidade conectada e autónoma, com um forte foco na inovação digital”.

Em relação às infra-estruturas, a presidente da Comissão Europeia solicita que se “garanta a contínua modernização” dos principais sistemas de transporte. “Temos que completar as ligações de infra-estruturas que faltam e a rede transeuropeia de transportes o mais rápido possível”, indica Von der Leyen.

Comments are closed.