A DGRM conta desde o início do mês com mais 12 técnicos superiores para a operação e manutenção do VTS costeiro.

O reforço dos quadros foi feito mediante um concurso externo promovido pela Direcção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), de que resultou a contratação de oito novos operadores de VTS, e mais quatro técnicos superiores para a manutenção do Sistema de Controlo de Tráfego Marítimo do Continente.

O VTS (Vessel Traffic Systrem) é essencial para a vigilância e controlo do tráfego marítimo nas águas costeiras nacionais, funcionando ininterruptamente. Permite, por exemplo, monitorizar o tráfego, prevenir acidentes ou ajudar nas operações de socorro, detectar situações de poluição no mar ou auxiliar no combate a práticas ilegais.

O Vessel Traffic System emprega tecnologia radar, radiotelefonia VHF e o sistema de identificação automática (AIS, Automatic Information System) para acompanhar os movimentos dos navios e garantir a segurança de navegação em áreas limitadas ou com restrições à navegação, designadamente organizando o tráfego nos esquemas de separação de tráfego, reduzindo-se assim o risco de acidente e mitigando os eventuais danos dele resultantes, nomeadamente para o meio ambiente.

O VTS costeiro articula-se com os VTS portuários e integra a partilha de informação com outros sistemas das autoridades e sistemas complementares, como é o caso do SafeSeaNet.

Tags:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*