A Wärtsilä anunciou ter recebido a primeira encomenda do Smart Dock, que diz ser a primeira solução de atracação automática para navios autónomos.

A Wärtsilä indica que a tecnologia reduz o risco de erro humano resultante do facto de os operacionais a bordo terem de realizar manobras de atracação e desatracação várias vezes ao dia. “Isto é especialmente importante no caso, por exemplo, dos navios maiores que têm de entrar e sair de espaços estreitos, onde podem ocorrer danos causados ​​por colisões violentas com o cais. Portanto, eficiência e segurança aumentam significativamente”, explica a tecnológica finlandesa.

A companhia indica que o comandante pode seleccionar o destino e, com um simples clique no botão de navegação, o SmartDock faz o resto: o navio sai do cais, manobra para fora do porto, navega para o próximo porto de escala, manobra dentro do recinto e nos cais, tudo sem intervenção humana.

Este sistema é o culminar de décadas de pesquisa e testes exaustivos realizados por engenheiros da Wärtsilä em tecnologia de automação.

“O nosso sistema é baseado em tecnologia semelhante à utilizada pelas embarcações de apoio a plataformas de petróleo para manter a proximidade com a plataforma nos ambientes marítimos mais difíceis. Isso dá-nos confiança absoluta na capacidade do SmartDock em fornecer o acoplamento mais seguro possível para as embarcações de passageiros”, indica, no comunicado, Joonas Makkonen, vice-presidente da Voyage Solutions, companhia do grupo Wärtsilä.

 

Comments are closed.