A West Sea acaba de dar o primeiro passo na sua estratégia de internacionalização com uma joint-venture na Argélia para a exploração de um estaleiro em Arzew.

VESTA

A parceria é detida em 51% pela empresa estatal argelina de construção e reparação naval, a ENARAV. O memorando de entendimento foi assinado entre as partes já em Junho passado mas só agora estará iminente a outorga da concessão da exploração do estaleiro por um período de 40 anos.

O estaleiro em causa trabalha sobretudo na reparação naval e na reconversão de navios-tanque em graneleiros (e vice-versa). Mas a intenção é apostar na construção naval, aproveitando até as encomendas que venham a ser colocadas pela CNAN, a companhia de navegação pública da Argélia, que está em processo de renovação e reforço da frota.

O estaleiro de Arzew localiza-se a cerca de 400 quilómetros da capital argelina, Argel.

A West Sea detém a subconcessão dos estaleiros navais de Viana do Castelo desde Maio do ano passado. Em Maio deste ano, o presidente da Martifer anunciou planos para internacionalizar o negócio em 2016 mas admitiu um primeiro negócio ainda em 2015. O que agora se concretiza.

No imediato, o estaleiro argelino de Arzew estará essencialmente vocacionado para o mercado interno. Mas intenção é, a prazo, utilizá-lo como base para “atacar” o mercado africano.

Comments are closed.