A West Sea, subconcessionária dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), já emprega 122 trabalhadores e espera chegar aos 400 ao longo do próximo ano, afirmou o presidente da empresa.

“Estão aqui trabalhar 122, julgo que desses 122 cerca de 100 foram recuperados da antiga estrutura. Nós agora podemos chegar aos 400. Julgo que durante o ano de 2015 esse número poderá ser ultrapassado (…). Vamos fazer o nosso percurso, mas julgo que os 400 postos trabalho directos serão facilmente conseguidos”, afirmou Carlos Martins.

O presidente da West Sea falava a bordo do navio Atlântida, onde decorreu a assinatura do primeiro contrato de construção naval celebrado pelo grupo português desde que assumiu, em Maio, a subconcessão dos terrenos e infra-estruturas dos ENVC.

O contrato visa a construção de um navio-hotel para a Douro Azul, num investimento de 12 milhões de euros.

A West Sea conta, até agora, 22 reparações e reconversões de navios, oriundos de todo o mundo. A empresa deverá perder, entretanto, o negócio da reconversão do Atlântida em navio de cruzeiro, uma vez que a Douro Azul deverá optar por mantê-lo como ferry.

Comments are closed.