A WestSea vai contratar mais trabalhadores para responder à construção do primeiro navio de cruzeiro de expedição da Mystic Cruises, de Mário Ferreira, avaliado em 70 milhões de euros.

Mystic Cruises

Fonte da WestSea, que deu a notícia à “Lusa”, escusou-se especificar o número de pessoas a contratar para o “pico” de trabalho daquele contrato, revelando apenas que “está a decorrer o período de recrutamento”.

Segundo dados avançados em Maio, a subconcessionária dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) contava cerca de 264 trabaemlhadores, dos quais 155 antigos funcionários dos ENVC. Acresciam “em média, por dia, 335 trabalhadores indirectos (ao serviço de subempreiteiros)”.

O paquete World Explorer, o primeiro de três que a Mystic Cruises se propõe construir, fará a viagem inaugural em Novembro de 2018, com um cruzeiro de 17 dias entre Lisboa e o Rio de Janeiro (Brasil)”. A partir dali fará expedições na Antárctida, ao serviço da norte-americana Quark Expeditions, até 15 de Abril. Depois regressará à Europa, para operar ao serviço da Nicko Cruises (também detida por Mário Ferreira), em cruzeiros nos fiordes escandinavos, e não só… antes de regressar à Antárctida.

 

Comments are closed.