O porto de Xangai movimentou 43,3 milhões de TEU em 2019, mais 3% do que no ano anterior, e com isso isso manteve a liderança mundial no sector.

A produção do porto chinês em 2019 constituiu um novo recorde e permitiu-lhe manter, pelo décimo ano consecutivo, e mesmo alargar, a liderança mundial dos portos de contentores. O segundo maior porto mundial de contentores, Singapura, movimentou 37,2 milhões de TEU no ano passado, mais 1,6%.

2020 é um ano importante para as aspirações marítimas de Xangai. Em 2008, as autoridades determinaram que, em 2020, a cidade se tornaria um importante centro marítimo internacional. O actual presidente da câmara anunciou, esta semana, medidas para sublinhar esse estatuto.

Ainda é muito cedo para compilar uma lista completa dos 20 principais portos do mundo, pois muitas autoridades portuárias ainda não divulgaram os seus dados. É provável, no entanto, que Hong Kong volte a ser o maior perdedor em 2019. Aquele que até 2005 foi o porto de contentores mais movimentado do mundo está desde então em declínio, com o ano findo a ser especialmente mau, com a produção a cair 6,3% (ou 1,23 milhões de TEU), para 18,36 milhões de TEU, acelerando a saída da cidade chinesa do top dez mundial.

Comments are closed.