A Yang Ming prepara-se para reforçar significativamente a sua frota de porta-contentores com a contratação de cinco navios de 14 100 TEU e o direito de opção sobre outras tantas unidades.

Os novos navios serão construídos nos estaleiros sul-coreanos da Hyundai Heavy Industries e entregues a partir de finais de 2015. A Seaspan será o armador, sendo os navios fretados à companhia de Taiwan num contrato de longa duração.

Actualmente a Yang Ming opera 83 navios, com uma capacidade global de 358 132 TEU, o que lhe garante o 14.º lugar no ranking mundial do sector (dados da Alphaliner). Os seus maiores navios são de 8 200 TEU.

A companhia tem colocadas encomendas para nove navios, com uma capacidade total de 49 750 TEU. A concretização da nova encomenda representará um passo de gigante em termos de reforço da capacidade.

Segundo os analistas, a Yang Ming ficará em condições de consolidar a sua posição na CKYH, aliança que reúne os principais operadores asiáticos de transporte marítimo de contentores.

Acresce que os negócios da construção dos navios e do seu fretamento deverão ser feitos a preços muito competitivos dado o estado anémico do mercado de construção naval. Cada um dos navios de 14 100 TEU deverá custar significativamente menos que os 114 milhões de dólares que a Evergreeen terá aceitado pagar, há apenas alguns meses, por cada uma das suas novas unidades de 13 800 TEU. Sendo que esse valor já estava longe do pico de 170 milhões de dólares registado em 2008, antes da crise global.

Comments are closed.